sábado, 16 de maio de 2009

A busca por mim mesma

Já faz um bom tempo que ando perdida sem saber quem eu sou.
Não consigo entender o que estou fazendo da minha vida.
Sinto que estou me tornando uma pessoa chata e repetitiva. Quero quebrar o ciclo vicioso.
Quero ser uma pessoa mais feliz.
Não acredito em felicidade de "Pollyana" mas sei que a vida também não tem que ser uma tragédia.
Perdi a crença nos homens e começo a me tornar uma cética.
Cansada de brigar com a balança assim como ter que brigar por tudo na vida.
Eu só queria alguns momentos de paz. Alguns momentos sem a cabeçar girar, e funcionar como um gerador elétrico.
Estou cansada, realmente cansada.
Não me lembro qual foi a última vez que alguém cuidou de mim, talvez pq eu não permita.
Sou tão independente e ao mesmo tempo insegura que não permito cuidados.
Realmente cansei.
Estou triste, me sentindo sozinha e sei que nínguem gosta de gente assim.
Mas precisava botar pra fora.
Não quero engolir mais porcarias!
Tem gente que pensa que sou otária, confunde minha boa vontade com burrice.
Passei da época que brigava por qualquer coisa, hoje racionalizo mais.
Reflito e vejo se vale a pena, se não jogo fora.

20 comentários:

Yara disse...

Oie querida, te achei no desafio do operação metamorfose.
Saiba que vc não é a única. Quando li o seu post, pensei: como ela sabe de tudo isso? Me sinto exatamente assim, mas a gente nao pode desistir. O que podemos fazer é deixar os homens e outras questões um pouco de lado e cuidar de nós mesmas. Então nos sentiremos seguras pra enfrentar o mundo lá fora. Força! Beijao!!!

zizi disse...

Oi Gi!

Amiga, Deus vai te ajudar! Não existe tempestade que dure para sempre...

Te desejo uma semana de paz!

bjo grande!

disse...

Me sinto exatamente assim, não sei se ainda exise amor no meu casamento, só sei que não aguento mais tanta frieza e falta de carinho, estou numa fase muito ruim da minha vida, estou prestes a ficar desempregada e estou individada, meu marido é uma topeira, que não me acrescenta nada, mas tb é culpa minha, espero muito atitudes legais dele, mas não acontecem, não consegui me separar e nem fingir que ele não existe, estou realmente cansada...

Nuno Medon disse...

olá! Mas tu vais ultrapassar o que sentes dentro de ti e vais ficar bem. Tens é que ser mais optimista e ter mais esperança. Um abraço e uma boa semana! beijos

Julie disse...

Oi Gi,

Normal, todo mundo passa por essas crises existenciais... aproveite o momento para refletir e mudar o q incomoda vc. Uma coisa por vez: cuide do emocional, depois do resto, da balança, por exemplo. Se dê essa tregua, para recomeçar mais forte e vencer a batalha.
Esse momentos são como "puxões de orelha" da vida, ela dá sinais sempre q a gente precisa mmudar algo pra melhor e so vc para saber do q se trata! Espero q vc descubra e mude logo no q for necessario, para ter a tranquilidade de seguir em frente.
fique com Deus.

Leila em Nova Fase de Renovação disse...

Eu ja me senti exatamente assim!
É realmente uma situacao muito horrivel.
Mas uma coisa tenho a te dizer, se ja consegue se enxergar, ver tudo isso, o processo esta no caminho do melhoramento.
Vai passar, passa, é só vc querer, buscar forçar, provar pra si mesmo que vc é capaz.
Te desejo muito sorte.
bjs

maria/andrea disse...

Oi "loirão"!!
Menina, calma!
Quando acebei de ler o post, me ví nele, com TPM!
Sabe Gi, depois dessa última crise no casamento, parei de fazer um monte de coisas.
Antes eu valorizava muito "ele". Tudo era em função dele e ele nem aí pra mim.
Hoje, passada a turbulência, posso dizer que o amo sim, mas agora, penso muito mais em mim que nele, tendeu??
Coloque-se sempre em primeiro lugar. Sempre.
Beijos e boa semana.

Vania San disse...

Equilíbrio amiga, só isso.

A vida não é como queremos, nem nós somos como merecíamos ser (rss) mas temos nossas qualidades.

Você é o que é!

Que importa saber?

beijos

Josy disse...

Ei flor.......
Eu resolve voltar com o meu blog......
MAs me diga como vc esta?
Lhe desejo forças e tudo de bom viu.........
Felicidades.....
Bjsssssssssss

Renata disse...

É isso aí, o que não te faz bem dve ser meso jogado fora.
Querida você está precisando de colo. Precisa deixar alguém cuidar de você, te dar carinho, atenção.

Eu também sou muito aflita, proativa... aí acabamos fazendo tudo, cuidando de todos e nos deixando de lado. mas temos que reverter esse quadro e passar a cuidar mais de nós.

Continue tentando. Beijos

Gezinha® disse...

Uma semana bem light e cheia de realizações.
Força e Fé na luta.
Abraços
Gezinha
http://ideiasdicas.blogspot.com/

maria/andrea disse...

E aí mulher?? Cadê vc??
Não desanima, já te falei.
Vc é uma mulher muito forte e tenho certeza que será muito feliz.
Beijos!

maria/andrea disse...

Cadê vc???
Como eu gostaria de te ajudar... Vc me deu uma puta força num momento tão delicado... e olha, confesso que ajudou muito.
Se precisar desabafar, estou aqui. Me chama.
Beijos e apareça.

maria/andrea disse...

Cadê minha amiga?? Espero que esteja tudo bem por aí e esse sumiço seja por conta do frio.
Apareça. Gosto muito de ti.
Beijos.

zizi disse...

OLÁ GI!

APAREÇA POR FAVOR!

TE DESEJO EXCELENTE DOMINGO!

BJO!
EI, NOSSO VAZIO É DO TAMANHO DE DEUS!

BUSQUE POR ELE QUERIDA!

Nuno Medon disse...

olá! Já te reencontraste ? estás bem ? beijos

maria/andrea disse...

Oi coração!!!
Queria saber como vc está...
Vou enviar email tá?
Beijos.
Andrea.

Engenheira Dietética disse...

Olá, estou de volta na luta contra a balança, contando sempre com as amigas blogueiras... se tiver um tempinho passa lá! beijos!!!

Gorda disse...

Oi Gisele, tudo bem?

Adorei o seu blog! Quero te convidar para conhecer o nosso:
http://gorda-a-peca.blogspot.com .

Se tiver um tempinho, entra lá e participa com a gente!

Obrigada!
Beijo,
Equipe da Gorda

Anônimo disse...

OI querida,
também sinto-me às vezes assim ,mas digo-lhe que tudo passa tenha paciência e estou torcendo por vc.Estamos no mesmo barco.Beijão