quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Ser mãe é?????

A cada dia é uma luta contra a depressão. Hoje acordei meio baixo astral.
Mas tomei um banho e fui a luta.
Estou comendo direito, tinha que diminuir um pouco os pontos por causa da atividade física mas acho que é melhor assim pra me recuperar da gripe.
Estou muito chateada com meus filhos.
Puxa parece que eles não querem nada da vida. Será que sou eu que não estou agindo certo?
Será que meus esforços e minha dedicação estão atrapalhando?
Puxa procura dar o melhor de mim, mostrar a importãncia das coisas e nada.
O mais velho está péssimo na escola, mentiu, mentiu e mentiu.
Confesso que estou com raiva, muita raiva dele. Meu Deus eu odeio mentira!!!!
Ele já foi reprovado o ano passado e pelo jeito vai ser de novo.
O pior foi ouvir de um professor: "ele é muito mal criado!" . PQP, mal criado? Isso ele não é. Faço o melhor que posso. Nunca tive problemas na escola. Se ele faz falta de educação é por conta própria. Esse não é o exemplo que dei!
Hoje ia mandar um currículo pro Boticário pra ver se arruma trabalho lá, morro de vontade de trabalhar lá. Mas como? Se comigo aqui eles já não fazem nada.
Estou protelando uma decisão em grande parte por causa deles e ai? Será que vale a pena? Será que ser mãe é isso mesmo? Fico pensando quando eu vou poder ter uma vida. Pois só vivo a vida deles.
Como toda mãe temo pelo futuro deles, quero o melhor.
Me descupem estou muito chateada e confusa.
Vou rezar muito e pedir a Deus e Nossa Senhora que é nossa mãe pra me ajudar.
Que ela me de a sabedoria pra lidar com a situação.

12 comentários:

Liz disse...

Seja muito bem vinda ao madrinhário!
Sinta-se a vontade para adotar alguem e tenho certeza que brevemente você terá uma madrinha!

Nã esquece de avisar a nós quem vc adotou tá?

Bejos, Liz

ELI CRISTINI disse...

a vida é assim mesmo , nem sempre é facil, mas estou torcendo pra que tudo de certo pra vc...

força amiga
bjos

B disse...

Oieee...
Primeiro de tudo sou nova no pedaço...
Bom, ainda não tenho filhos, e não sei a idade dos seus... mas minha mãe sempre reclamou de mim e dos meus irmãos... e essas reclamações são positivas.. pq a gente (filhos), na hora acaba nem demonstrando pros pais que os conselhos e broncas deles são essencias e verdadeiras... mas depois, a gente sempre acaba refletindo... trabalho em uma escola e com adolescentes, sei que é super difícil essa fase... ainda mais para os pais, que vive sendo chamado na escola.. Mas acredite que isso é fase... todo mundo tem o seu tempo rebelde...
Se acalme.. tudo dará certo!! :)
Filhos sempre dão uns probleminhas, mas depois recompensa com amor...
Boa Sorte!!!
Beijão
www.eurealizarei.blogger.com.br

●๋๋•P®ï●๋๋• disse...

Oi Gisele!Vi seu blog lá no madrinhário... tb sou mãe, ainda não nessa fase, minha filha tem 2 anos. Quando tiver um tempo aparece pra dar um oi no meu blog!
bjks

Luciana Kotaka disse...

Oi Gisele, ser mãe é muito dolorido as vezes. Nos dedicamos tanto a eles que não temos tempo para nossos momentos,é isso é fundamental em nossa vida, até porque quando não o temos, substituimos por comida.
Sim, trocamos um prazer pelo outro.
sei o que sente, também sou mãe de dois, e hoje mesmo estava bem maluquinha com o menor deles.
São as dores e as delícias de ser mãe!
Venha me conhecer, vou adorar.
beijocas

FairyAnne disse...

poxa Gisele,
estou preocupada com vc...
olha conversa muito com ele, mas só depois que a raiva passar...
pergunta olhando nos seus olhos sem estar com raiva e sem demonstrar raiva porque ele mentiu. se ele teve medo, de quê ou quem ele tem medo... será que ele acha que mentir é melhor que ouvir vc brigar com ele??? só converse quando realmente estiver sem sentir raiva dele... ele pode estar com dificuldades, pode se achar fraco ou incapaz - certo é que ele não está bem por algum motivo... se o professor disse que ele é muito mal criado é porque ele anda agressivo e irritado... tende descobrir o porquê disso.
olha estou torcendo por você e acho que vc deve trabalhar sim, mesmo que pense que eles vão piorar.. No início talvez sintam um pouco, mas tudo se encaixa depois... nunca pode faltar o diálogo...
espero ter ajudado
Beijos,Anne

Debi disse...

nem sempre as coisas acontecem como gostariamos que fosse. Avida é uma roda gigante... logo tudo isso irá pasar e vc vai se sentir bem melhor.
Bem eu não sou mãe para dar conselhos... mas sou filha... adimito ter feito minha mãe se sentir assim como vc está se sentindo agora... tenho certeza que vc deu a melhor educação para seus filhos. converse com eles com calma e espresse o que esta sentindo.
Bjinhusss e melhoras

Anabela disse...

Oi linda
Minha primeira vez aqui. Te achei no madrinhário, onde participo também. Já encontrei afilhada e já sou madrinha, mas gosto de visitar quem anda na luta com a dona Bá
Ser mãe é a maior benção do mundo, é tudo de bom, mas concerteza tem muitos momentos difícies de desafio constante. Ser mãe é isso mesmo!
Eu não sou mãe, por problemas de saúde e adotar cá em Portugal é complicadissimo, exigem um montão de coisas...com tanta criança passando mal, parece que preferem ter os meninos nas instituições....vida complicada!
Gostei muito de te visitar e voltarei aki, vou linkar
Gostei da tua fé. Deus nos ajuda, todos os dias!
Beijo grande

Dricca Bianco disse...

Oi Gi, veja bem, eu acabo de me curar de uma sindrome do Pânico que adquiri devido a obesidade, tenho uma filha adolescente de 13 anos, que cismou que é "Emo", poxa vida, não é facil, mas ainda assim vale muito a pena ser mãe, é uma dádiva divina, e o sofrimento é essencial pro crescimento nosso e principalmente dos nossos filhos, já ouviu o ditado né - "Ser mãe é padecer no Paraíso!", hehehe.

Olha sou nova no blog, ví que vc também quer uma madrinha, eu conseguí a minha e passando pelo seu blog, sentí muita afinidade contigo, quero saber se aceita que eu seje sua madrinha? Se aceitar eu vou adorar, passa no meu blog pra me conhecer melhor, e deixa um comentário dizendo o que acha, tá bem?

Bjinsss, bye linda.

Adriana disse...

ô meu anjo, fez bem em desbafar, a cada dia eu tenho uma surpresa com meu caçula e talvez seja razão que ser mãe épadecer no paraiso... beijos e te desejo equilibrio para resolver as questões.

Luciana Kotaka disse...

Oi Gi realmente não é fácil não.Você falou tudo.O pior é dar conta disso tudo e ainda não sermos reconhecidas. Uma batalha diária.
Uma beijoca carinhosa
Bom fim de semana

Kel disse...

oi linda adoraria que fosse vc ...
e desde já agraço , e gostei muito do seu perfil, espero q sejamos boas amigas
bjkas