terça-feira, 24 de junho de 2008

O jogo do contente

Pensei muito nas coisas que escrevi ontem e nos comentários que recebi.

Sabem quem me conhece pessoalmente não acreditaria em nada daquilo, iria achar que é um texto que escrevi e não um desabafo.

Há muito tempo aprendi a esconder certas coisas. Aprendi a me contentar com pouco e aceitar o que a vida me dava, mesmo quando levava porradas.

Tenho muitos conhecidos e poucos amigos. Falo dos meus problemas as vezes como se contasse uma história.

Passe por tanta coisa e ouvi tanto que sou louca, que exagero, que devia ser agradecida por ter alguém que me tolere (isso é uma longa história") que aprendi a aceitar calada.

Tenho muita dificuldade em falar não. Tenho uma nescessidade doentia de ser aceita.

Mas aqui eu me permito ser eu mesma. Se estou triste eu digo, sem onda, sem frescuras.

Não pensem que passo o dia na cama chorando minhas mágoas. Faço o que tem que ser feito.

Se me encontrarem por ai é bem capaz que me achem bem feliz.

Aprendi a fazer o jogo do contente.

Aprendi a engolir certas coisas.

Aprendi a me contentar com restos.

Horrível? Sim!!!!

Isso tudo é resultado da minha auto-estima zerada.

Mesmo quando tenho certeza que estou certa, que meio mundo esta do meu lado me pego pensando se tenho mesmo razão.

São anos de um comportamento auto-destrutivo, um treinamento longo.

Por isso acho tão difícil cuidar de mim. Esta ai uma coisa que realmente não sei.

Mas estou aprendendo. Sou uma mulher inteligente e sei que vou aprender.

Mudança: a única certeza imútavel!

Eu vou mudar:

Vou aprender a cuidar de mim.

Vou aprender a me respeitar.

Vou aprender a dizer não.

Vou aprender a me amar.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Uma dica: Assisti um show da Beyoncé, se chama Experience. Sensacional!!!A banda dela é composta somente de mulheres, a maioria negras maravilhosas. E o mais interessante é que são mulheres de todos os tipos, gordas, magras, altas, baixas. Todas talentosíssimas!!! Amei!! E dá pra dançar até....


12 comentários:

Miss Blueberry disse...

Oi, Gisele, em primeiro lugar, adorei seu comentário no meu penúltimo post. Muito orbigada mesmo.

Qto ao seu problema, eu acho q TEM de haver uma pessoa perto de vc (fisicamente) q vá ouvir seus problemas ao vivo, em quem vc possa confiar. Pq vc não se dá a chance de procurar?

Beijos, td de bom.

Engenheira Dietética disse...

A Beyonce é realmente demais, e vc tb...

Concordo com o que a Miss falou e tb sofro um pouco com esse problema.Me esforço tanto para passar uma imagem de "super mulher" que qnd alguém percebe que estou sofrendo e tenta me ajudar eu reajo mal... tipow: "Eu?? precisando de ajuda??? Magiiiina"... Tenho aprendido que às vezes colo de mãe, de irmã, amiga, marido só faz bem de vez em qnd...

Beijoooos

Gisele disse...

Olá... Bom acabei de criar meu blog, pra poder compartilha um pouco da minha luta. Espero que sejamos amigas. E que uma possa ajudar a outra. Beijãozão e força..

Vania disse...

Outro presente para você então, está no meu post de hoje:

"Ao longo da vida fabricamos por assim dizer a máscara que nos serve, nos protege, nos apresenta. Inclusive os adolescentes, que eram de rosto puro, à medida que iam vivendo fabricavam a própria máscara. E com muita dor. Mas, esta máscara de vez desfeita, causa em nós imensurável dor. E que depois de anos de relativo sucesso com a mascara, de repente, a máscara de guerra da vida crestava-se toda como lama seca, e os pedaços irregulares caiam no chão com um ruído oco. E eis o rosto agora nu, sensível quando não era mais para ser. E o rosto da máscara crestada chorava em silêncio para não morrer" (Clarice Lispector, "Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres", Rio de Janeiro, Nova Fronteira, apud "Obesidade como sintoma" p. 21)."


Beijos e vamos superar que isso de não sermos nós mesmas pode nos matar (no sentido figurado ou não).

Bjs

Srta Maus* disse...

Amigaaa, muita gente se identifica com esse seu último post.. Mas olha, eu sei que é difícil, mas tente mudar, vc é linda, poderosa;;; SEJA MAIS VOCE!!! APRENDA A DIZER NÃO E SE PRECISAR RODEEE A BAiANA!!!!

seja felizz!!!

beijaãooo

Flávia disse...

Oi Gisele, seu post fala não só de você, mas de mim e acredito que de muitas outras amigas também. Esse negócio do jogo do contente é meio cansativo,vamos gritar para que todos escutem a nossa voz e saibam que temos opiniões próprias.
Força e beijos!!!!

Gisele disse...

Oi Gi, obrigado pela força viu? E também concordo com a Flávia, esse seu post fala de muitas amigas e de mim principalmete. Também tenho uma necessidade doentil de ser aceita. E também me encontro com a minha auto-estima abaixo de zero. Mais vamos encarar, como fase ruim, que logo irá passar. Beijãozão e já te add nos meus favoritos.

Gostosura disse...

Acredita que falei na Pollyanna hoje mesmo???
recomendei para minha chefinha

vc, ao falar do Jogo do contente, me trouxe ótimas lembranças,

eita livrinho bom!

Beijo menina!
e não exploda por qualquer coisa, em uma palestra com o Fernando Lucchese hoje, fiquei sabendo que os que engolem sapo morrem menos do coração, para espanto dos médicos, os raivosos que gritam e chutam e botam a raiva para fora são os que morrem mais cedo, pode isso?????

ROBERTA disse...

Ahh antes demais nada quero saber aonde viu esse show, sou fã da Beyoncé até mandar pararrr rsrs.
Agora quanto ao que escreveu e tbém brinco desse jogo ai viu e tenho me dado mto bem, pois além de não esquenatar mas a cabeça com nada, me permito a ser egoísta se é bom ou ruim não sei, só sei que tem dado certo.
Cansei sempre de viver (querer né pq não dá pra viver pelo outro)pelo outro, agir pelo outro isso consumia minha energia ao extremo.
Agora sou eu 10.00000 vezes na frente e só ai depois vem o outro.

Bjos Flor

Engenheira Dietética disse...

Nesse caso, Gi, estamos aqui para isso mesmo, ajudar umas às outras!!!!!

Qnts as verduras o RESUN (restaurante universitario) já me ajudou a comer algumas que vem inclusas na carne moída.. Espero que minha relação com as verduras evolua kkkkk

beijooos

Paloma disse...

OLÁ!!! ACREDITO QUE TODAS AS MULHERES TEM ESTE MESMO SENTIMENTO QUE VC, PORÉM DE MANEIRAS DIFERENTES, SEMPRE QUEREMOS SER ACEITAS E DA MANEIRA QUE ACHAMOS QUE O MUNDO ACHA CORRETO, PORÉM SE ANALIZARMOS NO FUNDO VEMOS QUE ESTAMOS ERRADAS EM PENSAR ASSIM, POREM É MUITO DIFICIL DE NOS ACEITARMOS DO JEITO QUE SOMOS E COMPARAR COM O QUE QUEREMOS SER EM NOSSA "IMAGINAÇÃO".... NOSSA MENTE É MUITO COMPLICADA DE SE ENTENDER... SABEMOS QUE TEMOS ESPECIALISTAS PARA ISSO, PARA NOS AJUDAR, MAS O DIFICIL É ENCONTRAR UM COMPETENTE E CONFIAR NELE... INFELIZMENTE ASSIM É NOSSA VIDA, MAS PODEMOS APRENDER MUDA-LA DE POUQUINHO EM POUQUINHO PARA ATINGIR NOSSAS ESPECTATIVAS.... TEMOS QUE NOS AMAR EM PRIMEIRO LUGAR PARA DEPOIS PODER AMAR AO PRÓXIMO...

BJOS EM SEU CORAÇÃO

PALOMA

Tatá, the witch! disse...

Eh eu sei como eh, sempre estou feliz pra qm me ver...
O show da Beyonce eu jah assisti eu adoroooo ela, tenho até esse dvd aki em ksa, fico babando pelo corpo dela, ow mulher bonita, qm me dera ter um corpão dakeles....
E vamo dá uma animada nada de baixa estima...
bjos